Um trabalho incomum, na verdade, pouco feito nas últimas décadas. Não sei se o que fica é a imagem da perda… ou memória de uma pessoa querida. Descanse em paz Zico.
Anúncios